Projeto da Ufal realiza cuidados odontológicos em pacientes com deficiência

0
32

O projeto de extensão Incluindo Sorrisos, coordenado pela professora Daniela Pugliesi junto aos professores Valdeci Elias e Patrícia Nascimento, da Faculdade de Odontologia da Ufal (Foufal) surgiu da necessidade de suprir o atendimento odontológico qualificado e gratuito a pessoas com deficiência como uma proposta de inclusão dentro da Odontologia. O projeto atende pacientes com qualquer tipo de deficiência, seja física, mental ou múltipla.

“Muitos pacientes com deficiência não têm pra onde ir, por exemplo, no Hospital Universitário existe uma fila enorme para esses atendimentos e esses pacientes precisam ser submetidos a anestesia geral para serem atendidos. A nossa ideia foi triar esses pacientes e muitos estão sendo atendidos aqui ao nível ambulatorial sem precisar ir para o centro cirúrgico, e assim, diminui aquele fluxo do HU, pois a gente está conseguindo trazê-los para cá e realizar o procedimento” esclarece a coordenadora do Incluindo Sorrisos.

Ainda segundo Daniela, a criança com deficiência tem, muitas vezes, a saúde bucal negligenciada devido a necessidade de outros cuidados médicos. “A família tem muitas preocupações médicas e a criança vive fazendo muitos exames, consultas, então, quando a família vem perceber alguma alteração é quando ela já está com dor, cáries e eles não conseguem atendimento fácil porque os próprios cirurgiões dentistas, muitas vezes, se negam a atender por eles terem algumas particularidades, então, quando eles chegam aqui na Ufal, geralmente, é em caso extremo de dor”, relata.

A coordenadora conta que o projeto também quer atender aos bebês com deficiência para orientar a família como fazer a higienização e a importância de cuidar dos dentes de leite para uma dentição permanente saudável.

A triagem é realizada todas as terças-feiras a partir de 13h30 e os atendimentos são feitos nas manhãs das quartas-feiras. É necessária a avaliação prévia da criança, nas terças, pelos alunos e professores, para indicarem se há condições do atendimento na clínica odontológica da Ufal. A depender da entidade patológica, é feito o atendimento ou encaminhamento para o Hospital Universitário.

O atendimento é por ordem de chegada e deve ser agendado por meio dos números 987077062 com Anderson, 99729542 com Elizabeth ou 999090447 com Gabrielly.

Premiação no Congresso Brasileiro de Odontopediatria

A aluna da Faculdade de Odontologia Rikelly Nunes e integrante do Incluindo Sorrisos apresentou o projeto de extensão em um relato de experiência no 27° Congresso Brasileiro de Odontopediatria, sediado em Maceió, e foi premiada com o 3º lugar na categoria. “Senti muita felicidade, principalmente por cumprir o proposto quando idealizamos o projeto. Mas o sentimento que prevalece é a vontade de fazer mais”, conta.

Rikelly relembra a trajetória das atividades e pacientes. “O projeto teve início em 2018, éramos apenas cinco alunos e hoje somos 15. Até a data da apresentação do trabalho tínhamos atendido 39 pessoas e consideramos uma enorme vitória, pois muitos desses eram pacientes que até mesmo os familiares consideravam que seria impossível realizar o atendimento. Somos uma equipe cheia de boa vontade e amor por esses pacientes e nossa maior pretensão é trazer cada vez mais a inclusão para a odontologia. Já atendemos crianças e adultos autistas, pessoas com síndrome de Down, com hidrocefalia, entre outras deficiências que requerem um atendimento especializado. Nosso mais recente desafio vai ser atender uma criança surda de Coruripe. Mas um de nossos membros fez [disciplina] eletiva em libras na Universidade e já topou o desafio”, disse entusiasmada.

A professora Daniela Pugliesi ressalta a importância da extensão para os discentes: “É um aprendizado para os alunos em todos os sentidos. Aprendizado de vida. Digo que somos felizardos por estarmos proporcionando esse cuidado”.

Mais informações sobre o projeto podem ser encontradas no instagram: @incluindosorrisos.

Fonte: Universidade Federal de Alagoas