Ufersa lança sistema para gestão de estoque de sangue

0
46

Com o auditório da Biblioteca Orlando Teixeira repleto de alunos, servidores docentes e técnicos-administrativos e servidores dos Hemocentros de Mossoró e Currais Novos, aconteceu nesta quinta-feira, 08 de agosto, o lançamento do Doar, sistema para gestão de estoque de sangue em hemocentros que tem como objetivo direcionar campanhas de coleta de sangue, de forma a maximizar a oferta e reduzir o descarte.  O software foi desenvolvido por pesquisadores do Grupo de Pesquisa em Gestão de Operações em Sistemas de Saúde, (GOSS), composto pelo coordenador do grupo, o professor Breno Barros Telles do Carmo, juntamente com os professores Daniel Faustino Lacerda de Souza e Paulo Gabriel Gadelha Queiroz, a engenheira de produção e servidora técnica-administrativa da Ufersa, Vanessa Elionara Souza Ferreira Oliveira, e os estudantes Itágores Leandro Bezerra de Lira e Amim Alleff de Souza Silva. O sistema está em funcionamento no Hemocentro de Mossoró e foi financiado pelo Edital N.º 01/2018, da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Ufersa.

A mesa de abertura foi composta pelo vice-reitor da Ufersa, professor José Domingues Fontenele Neto; o coordenador do Projeto Doar, professor Breno Barros; o vice-coordenador do Projeto Doar, o professor  Daniel Faustino; a Diretora do Hemocentro de Mossoró, a senhora Lidiane Michele Campos Garcia Miranda; a senhora Camila Fernandes de Amorim, enfermeira do Hemocentro de Mossoró e a Senhora Francisca Alda Sales Barbosa, assistente social do Hemocentro de Mossoró.

O evento teve início com a fala do professor Breno Barros que apresentou o contexto do projeto e as funcionalidades do sistema. “O objetivo do Doar é otimizar o dimensionamento dos níveis de inventário dos hemocomponentes, considerando o histórico de saídas, por meio dos modelos de gerenciamento de estoque adaptados para a realidade dos hemocentros brasileiros. Bem como, a partir da gestão de inventário, possibilitar uma melhoria no processo de comunicação do Hemocentro com os doadores, para que sejam contactados assim que haja a necessidade específica para cada tipo sanguíneo. É um projeto que alia extensão e pesquisa”. O docente ainda agradeceu a parceria com o Hemocentro de Mossoró e destacou o excelente trabalho realizado por todos os servidores.

“A palavra é gratidão, é agradecimento. Não teria nome melhor para esse sistema que não fosse Doar. É a tecnologia a serviço da vida, esse é o trabalho que o hemocentro faz e ficamos satisfeitos de estarmos integrando a Universidade nessa parceria de construção e conhecimento. Nós sabemos o quanto essa tecnologia está facilitando e melhorando o serviço prestado pelo Hemocentro. Então, não somente os servidores quanto a comunidade como um todo está sendo atendida por esse presente”, ressaltou a Diretora do Hemocentro de Mossoró.

De acordo com a enfermeira Camila Amorim, o sistema traz benefícios ao possibilitar a realização de uma coleta mais inteligente e direcionada por meio da maximização da oferta de sangue, redução do descarte e previsão das demandas de acordo com a época do ano. “Com o sistema, sabemos a quantidade de doadores por tipagem sanguínea e de hemocomponentes que precisaremos mensalmente, assim o estoque nunca ficará baixo e evitaremos o disperdício de insumos e hemocomponentes”, afirmou.

Lançamento do Doar. Foto: Eduardo Mendonça/ Assecom/Ufersa.

A assistente social Francisca Alda Sales Barbosa relembrou a escolha do nome do Projeto, Doar, que foi realizada em uma das reuniões conjuntas da equipe da Universidade com os servidores do Hemocentro e destacou a importância do projeto. “O sistema se torna muito importante para nós do serviço social porque possibilita que direcionemos melhor as nossas campanhas de coleta e as nossas necessidades com base em dados reais”.

O vice-reitor da Ufersa, o professor José Domingues Fontenele Neto, parabenizou a equipe do Doar e do Hemocentro e ressaltou a importância do projeto. “Como gestor, estou extremamente feliz em ver o sucesso do Projeto. Parabéns a Equipe do Projeto Doar, parabéns ao Hemocentro por permitir que a Universidade chegue e com a sua expertise busque resolver os problemas encontrados. Fico feliz com a perspectiva que esse projeto não ficará apenas no Hemocentro de Mossoró, tendendo a se expandir para os demais hemocentros do Rio Grande do Norte”, pontuou.

Como etapas futuras do Doar serão desenvolvidos outros módulos tendo em vista agregar funcionalidades como a de contato automatizado com os doadores e agendamento de pedidos de bolsas de sangue por parte dos hospitais, além do desenvolvimento de um módulo para integrar os hemocentros do estado do Rio Grande do Norte, possibilitando a troca de produtos entre os participantes da rede.

Saiba mais sobre o Projeto Doar e acerca do funcionamento do sistema.

Fonte: Universidade Federal Rural do Semi-Árido