Projeto do IF Baiano populariza conhecimentos sobre o uso de plantas medicinais

0
252

Você provavelmente já ouviu falar que eucalipto é bom para melhorar a respiração ou que chá de camomila ajuda a aliviar cólicas. Tão presente no senso comum, a utilização de plantas para fins terapêuticos é uma prática de fácil acesso, baixo custo e que pode ser uma alternativa ao uso de medicamentos. No entanto, será que as plantas medicinais são utilizadas de forma e para fins corretos? Com essa preocupação em mente, servidores e estudantes do IF Baiano têm desenvolvido o projeto Plantas Medicinais na Escola, o PlaME, e difundido práticas sustentáveis de cultivo e utilização racional de plantas medicinais como recurso terapêutico.

Desde agosto do ano passado, o PlaME têm promovido atividades e eventos educativos, como seminários, oficinas e exposições sobre o uso consciente de plantas medicinais, envolvendo a comunidade acadêmica do Campus Governador Mangabeira e a população da região do recôncavo baiano.

Além disso, o projeto de extensão mantém um horto, localizado no Campus Governador Mangabeira, com mais de 30 espécies sendo cultivadas e utilizadas pelo setor da enfermagem nos atendimentos dos discentes e servidores do campus. “O projeto foi idealizado pelo Setor de Enfermagem do campus devido as limitações éticas existentes para o uso de medicações no atendimento das queixas discentes”, explica a coordenadora do projeto e técnica em enfermagem do campus, Crislaine Moura. Ainda segundo ela, está sendo elaborada uma cartilha sobre o cultivo e uso terapêutico das plantas disponíveis no local.

O horto do projeto PlaME realiza doação de mudas e está aberto a visitas de escolas e da comunidade. Estas atividades são permanentes e podem ser solicitadas por meio do envio de um e-mail de solicitação para o endereço plame@gm.ifbaiano.edu.br.

Quem faz o PlaME? 
Coordenadora do projeto: Crislaine Moura;
Membros: Enfermeira, Emily Carvalho; Técnicos em Agropecuária, Ednaldo Dantas e Moacir dos Santos; Estudantes de curso técnico em Agropecuária, Ana Maria Santana, Cândida Bandeira, Gilberto Santos, Gustavo Maceno, Joseval Santos, Taise Santos, Uilson Ferreira; Colaborador, José Mário Cardoso.

Fonte: Instituto Federal Baiano